fbpx
xnxx
Panasonic

Panasonic AG-DVX200 4k- Marcos Oliveira – Os Benefícios de gravar em 4k

Blackmagic 2 anos

Panasonic AG-DVX200 4k- Marcos Oliveira – Os Benefícios de gravar em 4k

Muita gente ainda nos pergunta quais os benefícios de gravar em 4k com a nova Panasonic AG-DVX200 , uma vez que grande parte do mercado ainda entrega trabalhos finalizados no máximo em full HD.

Há algumas coisas interessantes a serem analisadas:

Aparentemente, a grande vantagem que conseguimos notar é a aplicação prática do 4k, muitos  só veem vantagem no formato, se o trabalho final for para monitores grandes ou para cinema; obviamente o 4k é altamente indicado para estas aplicações, mas será que quem finaliza em full HD ou até em SD se beneficiaria com esta tecnologia?  Será que compensa comprar a próxima câmera 4k?

Vou tentar convencê-los de que sim, é altamente vantajoso gravar em 4k e as vantagens do formato não são explicadas somente pela maior resolução ; não vou justificar o investimento em 4k somente por ele ser 4 vezes maior que full HD ou 9 vezes maior que 720P. As grandes vantagens são :

  • Maior captura de detalhes
  • Redução de ruídos

E a explicação técnica imbatível (vou tentar explicar de uma maneira bem simples) é :

Por incrível que pareça, quando capturamos em 4k e finalizamos em 1080, passamos de uma imagem 8 bits por pixel 4:2:0 para  uma imagem em 10 bits 4:4:4 !

Deixe-me tentar traduzir:

Quando falamos em 4:2:0, estamos falando em taxas de amostragem, normalmente de brilho e cor,  4:2:0 quer dizer que em um conjunto de 4 pixels temos uma amostra de cor… então vejamos, se eu tenho   3840×2160 em 8 bits e uma amostra para cada 4 pixels e, como 4k é 4 vezes maior que full HD, quando capturo em 4k e passo para full HD (4 vezes menor), terei uma amostra de cor para cada pixel, equivalente a 4:4:4, e com o codec AVC intra da Panasonic, terei imagens em 10 bits, é mais ou menos como se eu tivesse um pontinho de resolução a cada 4 pixels em 4k  e quando passo para full HD tenho todos os pixels de resolução , o que resulta em uma resolução muito maior do que se eu tivesse capturado originalmente em full HD !

Ter uma amostra de cor para cada pixel, como explicamos já é fantástico em termos de ganho de resolução, agora passar de 8 para 10 bits é algo mais que maravilhoso! Em termos simples é como se eu passasse de uma caixa de lápis de cor de 256 cores (8 bits) para uma caixa de 1024 cores !

Outra coisa importantíssima é quando analisamos a profundidade de cor, traduzindo em miúdos,  8 bits representa 128 tons de cinza enquanto 10 bits teremos 512.

A estabilização óptica da câmera, que já tem tecnologia híbrida de 5 eixos  (estabilização física mais estabilização óptica) e, já que falamos em estabilização, nada como gravar em 4k para submeter as imagens aos softwares de estabilização de imagem, você terá pixel de sobra para fazer estabilização.

E o que dizer às possibilidades de fazer Pan  e tilt em uma imagem de 4k convertida em 1080? Você terá um vasto campo para usar e abusar deste recurso.

Agora vamos falar do sensor:

A Panasonic AG-DVX200 tem um sensor de 4/3 de polegada, isto significa que ele é 4 vezes maior que um sensor de 2/3 e 16 vezes maior que os de 1/3!

Muita gente questiona o porquê de uma câmera com sensor grande utilizar lentes fixas, normalmente os sensores maiores de HDSLR costumam ter grandes resultados…  Mais uma vez a engenharia da Panasonic  marcou um golaço!  As lentes intercambiáveis são normalmente maiores e mais pesadas que as fixas e estas por sua vez são mais baratas, desta forma o mercado recebe um produto 4k portátil, com uma lente fixa LEICA DICOMAR  que, com seus 13x de zoom óptico consegue suprir a todas as necessidades de enquadramento.

Outra grande vantagem é a tecnologia de foco embutida nesta câmera;  sabemos que focar em 4k é ainda mais delicado do que em Full HD ou SD, esta tecnologia permite focar, mesmo objetos em movimento com incrível precisão (profundidade de campo aliado à tecnologia do foco seletivo), isto significa que se pode acompanhar o assunto gravado, mesmo estando ele em movimento; outra grande novidade é a função autofocus com área, onde especificamos no LCD a região onde desejamos que a câmera opere em autofoco.

Os formatos de gravação são interessantes pois, ela grava  em 4k, UHD , HD e também em SD, com a grande surpresa do formato de cinema  DCI 4K 4096×2160, trabalhando até 200 Mbps, tudo isso gravando em cartões de memória SDXC de baixo custo!

ag-dvx200 001

Podemos trabalhar com frame rates variáveis:

ag-dvx200 02

Para quem sempre pergunta, na tabela acima a informação do lux 0,2*

A estética também foi considerada, excelente ergonomia herdada dos produtos Panasonic, e os codecs muito similares aos das consagradas Varicams.

Para complementar este Post, segue o link do nosso Webinar de lançamento do produto na Seegma.


 

Estamos diante de um produto que se encaixa literalmente em todos os fluxos de trabalho existentes, desde quem produz para tela grande quanto para eventos sociais ou institucionais.

 

Curtiu a matéria? Deixe aqui seu comentário!
Marcos Oliveira

Marcos Oliveira

Economista formado pela PUC–SP e Tecnólogo em Processamento de Dados pelo Mackenzie.
Atua na área de vídeo, e Treinamento há mais de 20 anos.
Trabalhou em empresas como AD Digital e DRC, atua na Seegma Broadcast há 16 anos, respondendo por Suporte Técnico e Treinamento.

  • Seegma Cursos